Terça, 16 Agosto 2016 09:43

Caixa destina R$ 3,3 bi para habitação, saneamento e infraestrutura

 

 

A Caixa Econômica Federal (CEF) apresentou na última sexta-feira (12) o seu balanço do primeiro semestre de 2016, que aponta o crescimento de operações de habitação, saneamento e infraestrutura como correspondentes a 90% da evolução da carteira de crédito do banco. Foram R$ 3,3 bilhões em contratações nos segmentos durante o primeiro semestre, e saldo de R$ 75,9 bilhões, com evolução de 20% em 12 meses.

Além disso, o crédito habitacional destacou-se como maior segmento de crédito do banco. O saldo de R$ 393,7 bilhões representa 66,7% do mercado e uma evolução de 7,2% em 12 meses. As contratações da carteira de crédito habitacional totalizaram R$ 38,1 bilhões no primeiro semestre de 2016, sendo R$ 29,9 bilhões provindos do Fundo de Garantia por Tempo e Serviço (FGTS), R$ 7,1 bilhões do Caixa/ Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), e R$ 1,1 bilhão de outros recursos.

A poupança, uma das principais fontes de captação de recursos da CEF para crédito imobiliário, teve saldo de R$ 238,7 bilhões no período, o que representa um crescimento de 2,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.
A Caixa Econômica Federal atingiu um lucro líquido de R$ 2,4 bilhões no primeiro semestre de 2016.

Fonte: PiniWeb 12.08.16